Skip links

Segurança Patrimonial

SEGURANÇA PATRIMONIAL

O objetivo da Vigilância Patrimonial é atuar na prevenção contra qualquer incidente que possa atentar contra a integridade das instalações, patrimônio e colaboradores de nossos Clientes.

Os serviços são planejados integrando a vigilância humana, equipamentos de ponta e procedimentos, de forma a oferecer uma solução integrada que atenda as caraterísticas de cada local e Cliente.

O trabalho inicia-se pelo levantamento das caraterísticas do local e identificação de vulnerabilidades de forma a propor uma estrutura adequada de segurança, elaborando-se Procedimentos e Instruções de Trabalho.

O levantamento preliminar permite elaborar o perfil dos funcionários prévio à seleção dos mesmos e o plano de capacitação inicial e contínuo no local de prestação dos serviços.

A supervisão eficiente é um diferencial para oferecer retaguarda para nossos funcionários, acompanhar a execução dos serviços e aprimorar constantemente os procedimentos operacionais.

Uma Central 24 horas, instalada em cada filial, faz um monitoramento dos postos e dá o suporte necessário aos vigilantes e supervisores.

A estrutura enxuta e voltada ao cliente oferece como diferencial uma comunicação fácil com os diversos níveis da empresa, permitindo tratar com agilidade e resolver com eficiência qualquer demanda dos Clientes.

Procedimentos mais utilizados na vigilância patrimonial

Os procedimentos mais utilizados na vigilância patrimonial, são em muitos casos, indispensáveis para que a ordem e a segurança sejam mantidas. São eles: Proteção de entradas não permitidasproteção de entradas permitidascontrole de acessocontrole do acesso de materiais e o controle do acesso de veículos.

Equipamentos mais comuns usados pelos vigilantes

Para que as atividades dos vigilantes, sejam bem executados, e para que eles possam ser efetivos em suas funções são necessárias a utilização de determinados equipamentos. Os mais comuns são o uniformeaparelhos de comunicação, celulares, veículos e em alguns casos é necessário o uso de armas.

Uniforme

Obrigatoriamente, o uniforme do vigilante não pode ser semelhante ao utilizado pelas forças armadas, órgãos de segurança pública federais e estaduais e guardas municipais. É proibido por lei utilizar o uniforme fora do ambiente de trabalho, levando em consideração que o uniforme faz parte da empresa. O uniforme dos vigilantes deve também ser adequado às condições climáticas do lugar, de modo que não prejudique a atividade dos mesmos.

O que a vigilância patrimonial pode oferecer?

  • Análise de risco e da vulnerabilidade dos clientes;
  • Rondas e supervisão 24 horas por dia;
  • Profissionais credenciados armados ou desarmados e monitoramento de imagens de células de segurança;
  • Controle de acessos (pedestres, mercadorias e veículos);
  • Prevenção de furtos e roubos;
  • Vigilância ostensiva.

Diferença entre segurança patrimonial e vigilância patrimonial

Segurança patrimonial é um grupo de medidas e práticas, tem como objetivo manter o patrimônio livre de interferências, perturbações e danos. Também tem a finalidade de garantir a integridade física das pessoas, assim como a do patrimônio.

Vigilância patrimonial é a prática que tem como objetivo assegurar a integridade das pessoas, podendo ser exercida em diversos ambientes. A vigilância patrimonial atua de maneira preventiva e sistêmica para proteger. Ela pode estar nas áreas rurais e urbanas, setores públicos ou privados e em condomínios e empresas.

Diferença entre portaria e vigilância patrimonial?

A diferença entre os serviços são que na portaria as responsabilidades são de controle e recepção. Na vigilância o foco é na segurança da empresa como o todo. Vale lembrar, o serviço de portaria é exclusivo ao ambiente da entrada não se estendendo para as demais áreas da empresa. Por outro lado, a vigilância cuida da segurança de todos os ambientes.

É importante ressaltar que o serviço de vigilância é feito apenas por empresas autorizas pela Polícia Federal. Além do curso de formação, os vigilantes devem passar por reciclagem a cada 2 anos. Desta forma, o nível de remuneração é maior que a dos porteiros e, na prática, apresenta índices de turn over inferior.

Integração entre segurança privada e segurança pública

Entre a segurança privada e a segurança pública, não só pode haver integração como deve. A segurança privada é composta por atividades que possuem o objetivo de proteger de forma preventiva empresas, estabelecimentos e pessoas em uma determinada área. A segurança pública é tratada como um direito fundamental do cidadão e é de competência dos governos federal, estadual e municipal. Seu objetivo é garantir a segurança de pessoas e de bens presentes em todo o território nacional.

4 principais fatores que justificam a contratação da vigilância patrimonial

Os principais fatores que justificam a contratação desse serviço são:

  • Estoque de mercadorias:Se uma empresa possui um estoque com um grande número de mercadorias, é evidente que precisará ser armazenado com cautela, pois o desaparecimento de unidades poderá causar prejuízos para a empresa, deixando no lugar muita dor de cabeça, principalmente se a mercadoria for de alto valor financeiro Neste caso, o vigilante atuará fazendo a segurança do estoque, protegendo-o contra furtos e roubos.
  • Controle de acessos:
    Há estabelecimentos que possuem um grande fluxo de pessoas, como hospitais, bancos e shoppings, tornando difícil a identificação de pessoa a pessoa. Dessa forma, é de extrema importância possuir um bom sistema de controle de acessos, até mesmo nos estacionamentos.
  • Áreas de risco:
    Um dos principais fatores que influenciam a adoção do serviço de Segurança Patrimonial é a localização. Alguns lugares possuem um alto índice de violência e merecem cuidados especiais, como por exemplo regiões industriais, comerciais e bairros considerados como de classe média alta.
  • Vizinhança:
    Fazer uma pesquisa sobre quais métodos e tecnologias estão sendo utilizados nas empresas e estabelecimentos vizinhos irão contribuir para seu planejamento, pois ser mais vulnerável que a vizinhança pode servir como um convite aos criminosos de plantão.